TECNOLOGIA

Moto G100: Motorola lança o Moto G mais poderoso e caro de toda linha

Nesta quinta-feira (25), a Motorola lança no Brasil o seu mais ambicioso celular da linha Moto G. Trazendo recursos de linhas mais avançadas, como explica a fabricante, o Moto G100 começa a ser vendido no país a partir de hoje por a partir de R$ 3.999. Uma das principais novidades é o Ready For, que permite conectar o celular à TVs ou monitores.

O primeiro Moto G foi lançado em 2013, e de lá pra cá a fabricante adotou medidas para continuar competitiva no mercado de celulares. Nesta nova geração, o celular traz o chipset Snapdragon 870, 12 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno. Sua ficha técnica também inclui bateria de 5.000 mAh, tela com taxa de atualização de 90 Hz, compatibilidade com 5G e câmera principal de 64 MP.

Em comparação com o Moto G9 Plus, a Motorola diz que o novo modelo, em testes de benchmark, atinge 83% a mais de pontos na ferramenta AnTuTu, e 112% a mais de pontos em testes de GPU.


“A gente entende que o mundo mudou de 2013 para hoje, até mesmo o posicionamento e distribuição, como as faixas dos produtos”, afirmou Thiago Masuchette, head de produtos da Motorola Brasil. Segundo ele, a proposta do novo Moto G100 é “oferecer toda essa potência e recursos”.

Com isso, o primeiro Moto G com chipset Snapdragon da série 800 acaba se aproximando de um top de linha, como os modelos Motorola Edge. A mesma estratégia de impulsionar linhas intermediárias com recursos premium foi adotada pela Samsung nos modelos Galaxy A52, A52 5G e A72.

Design e tela grande

O design do Moto G100 lembra e muito o Motorola Edge S, lançado no mercado chinês. Não por menos, os dois são, praticamente, o mesmo dispositivo. Por aqui, o novo Moto G chega nas cores Luminous Sky e Luminous Ocean. O corpo em plástico tem um acabamento espelhado que “muda” de cor de acordo com a luz ambiente.

Ele traz um conjunto de câmeras em formato quadrado, e conta ainda com um microfone posicionado próximo dos sensores. Já o leitor de impressões digitais fica na lateral direita do dispositivo, que traz também um botão dedicado para acionar o Google Assistente na outra lateral.

Na frontal, o Moto G100 traz uma tela de 6,7 polegadas com dois furos no canto superior esquerdo para dois sensores de câmera – de 16 MP e 8 MP. O dispositivo também traz uma entrada P2 (3,5 mm), slot híbrido para chips de operadora e cartão microSD e saída de som única, na parte inferior.

Já as câmeras da traseira possuem uma configuração tecnicamente forte. O sensor principal tem 64 MP e é acompanhado por outros dois de 16 MP e 2 MP. Além disso, há um sensor ToF (Time of Flight) para auxiliar o aparelho a focar mais rapidamente em objetos.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM