POLÍTICA

Pesquisa que seria divulgada nesta sexta-feira, 23, é impugnada pela Justiça



Decisão tomada pelo juiz Belchior Soares da Silva, da 137ª Zona Eleitoral de Maringá impugnou a pesquisa feita pelo Grêmio Esportivo Maringá que seria divulgada nesta sexta-feira, 23. A decisão prevê pena de multa diária de de R$ 1.500 em caso de divulgação. O pedido de impugnação da pesquisa partiu da coligação “Independência para limpar Maringá”, (dos partidos REPUBLICANOS, PROS, PV, PSC e PTB).

No despacho, o magistrado informou receber as seguintes alegações da Coligação:

A coligação impugnante alega diversas irregularidades na pesquisa impugnada, a exemplo de as seguintes irregularidades: a) não informação do ano de referência da referida fonte de dados; b) inconsistência dos dados de ponderação a faixa etária, o que levaria a distorção de resultados mediante a concentração indevida de entrevistas; c) inconsistência dos dados de ponderação referentes a grau de instrução, o que levaria a imprecisão ou impossibilidade na obtenção e ponderação dos referido dados; d) divergência em relação à renda do entrevistado do que consta do plano amostral confrontado com o que consta do registro da pesquisa; e) ausência de sistema interno de controle e conferência dos dados da pesquisa, o que apontaria para uma checagem totalmente aleatória; f) ausência de controle quanto a identificação do entrevistado, o que poderia abarcar dentre os entrevistados pessoas que não vota em Maringá.

Segundo o juiz, após fazer a análise dos documentos a pesquisa “demonstra, em princípio, que a divulgação da pesquisa poderia causar prejuízo aos eleitores”. Silva ainda complementa no despacho: “avalio que há erros na formulação gerariam possibilidade de prejuízo aos eleitores, os quais possuem o direito de serem adequadamente informados a respeito dos resultados das pesquisas de voto”.

Confira a decisão clicando AQUI
 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM