GERAL

Novo decreto em Maringá permite ampliação no horário de funcionamento de serviços de alimentação até às 22h



Nesta edição de terça-feira (21) do Pan News, o destaque é o novo decreto de flexibilizando do horário de funcionamento de várias atividades comerciais na cidade; entre elas, está a que sofreu entre todas, a dos serviços de alimentação, que incluem restaurantes, lanchonetes, entre outros segmentos.

Novo decreto em Maringá:

A prefeitura publicou no final da tarde desta segunda-feira, 20, o decreto 1004/2020, flexibilizando o horário de funcionamento de várias atividades comerciais na cidade; entre elas, está a que sofreu entre todas, a dos serviços de alimentação, que incluem restaurantes, lanchonetes, petiscarias, food trucks, bares, sorveterias, açai, cachorro quente, ambulantees, disque bebidas, lojas de conveniência. A autorização vale de segunda a quinta-feira das 8 às 22. De sexta a domingo, os serviços poderão funcionar das 8 às 15h.

Além desses estabelecimentos, o decreto flexibiliza também uma vasta gama de atividades que incluem mercados, supermercados, açougues, peixarias, quitandas, mercearias, casas de massas e similares que poderão funcionar das 8 às 20h de segunda a sábado e das 8 às 13 aos domingos. 

Compra de vacinas do covid pelo Paraná:

O Governo do Paraná apresentou nesta segunda-feira (20) uma emenda ao projeto sobre a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2021 para destinar R$ 100 milhões para a compra de vacinas contra Covid-19.

“Assim que for anunciado um laboratório no mundo com uma vacina eficaz o Paraná já tem esse recurso disponível para ser um dos primeiros estados a comprar a vacina e distribuir para nossa população”, explicou o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD).

A proposta foi entregue ao presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano, e irá passar por avaliação da Comissão do Orçamento da casa. Atualmente a Comissão do Orçamento já avalia 124 emendas ao projeto inicial feito pelo Governo do Paraná.

Santa Casa com superlotação:

Em nota divulgada nesta tarde, o Hospital Santa Casa de Maringá comunica que está com 100% das vagas de UTI adulto ocupadas para pacientes com covid-19, pelo Sistema Único de Saúde. O hospital possui 10 vagas para pacientes atendidos pelo SUS. Hoje, há 11 pacientes internados. Ou seja, a Santa Casa abriu, por conta própria, mais um leito emergencial para atender paciente com covid-19, pelo SUS.

“Quanto à UTI Pediátrica, a Santa Casa de Maringá possui 9 leitos exclusivos para pacientes SUS com covid-19. Nenhum desses leitos está ocupado.
A Santa Casa informa ainda que a Secretaria Municipal de Saúde de Maringá e a 15ª Regional de Saúde já foram comunicadas sobre a lotação do Hospital. Este protocolo é realizado diariamente e todas as vezes que o quadro é alterado.

É importante ressaltar que estes números se referem ao dia e horário em que este informe está sendo divulgado. A Santa Casa de Maringá, preocupada com a vida das pessoas, pede que a população de toda a região de Maringá fique em alerta e intensifique os cuidados de combate à covid-19″, diz o comunicado. No final de semana um ofício com logomarca da Santa Casa circulou em grupos de WhatsApp, o que provocou especulação e a manifestação oficial do hospital nesta segunda-feira.

Assista à edição completa:






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM