DIVERSÃO

Cineasta faz revelação AVASSALADORA e inesperada sobre Batman vs. Superman



Batman vs. Superman: A Origem da Justiça chegou aos cinemas no ano de 2016, mas uma versão muito diferente do filme teria sido levada para as telonas pelo menos quinze anos antes. Em entrevista ao site Collider, o cineasta Akiva Goldsman contou que em meados de 2001 chegou a escrever um roteiro com uma visão realista e muito mais sombria do longa.

Segundo ele naquela época, o elenco escalado era muito diferente, e o filme seria o mais sombrio de super-heróis já feito na história, com direito a muitas mortes, e a maioria delas, impactante para o grande público. “Escrevi nesta […] versão de Batman vs Superman [por volta de 2001 ou 2002] – quando Colin Farrell foi escalado como Batman e Jude Law como Superman e Wolfgang Petersen dirigindo”, começou ele.

Ele descreve que esse elenco atualmente pode até ser visto como uma piada de mau gosto, mas que naquela época, fazia muito sentido. “Estávamos em preparação, e teria sido a coisa mais sombria que o público já viu. Tudo começava com o funeral de Alfred, e àquela altura, Bruce Wayne teria se apaixonado e renunciado sua função como Batman. Nisso, o Coringa mataria a esposa de Bruce, para que aquilo se transformasse em gatilho para ele voltar a ativa, mas descobriríamos que a morte não era verdadeira”.

“Foi uma época em que você seria capaz de reunir esse tipo de história em forma de roteiro, mas infelizmente ela não conseguiu chegar ao mundo. De alguma forma, as expectativas, sejam de público ou corporativas, não foram como as que imaginávamos ao colocar tudo nas páginas”, continuou Goldsman.

Curiosamente, o mesmo motivo que pode ter afastado a direção da Warner Bros., da versão proposta por ele, pode ter ter sido o que a levou a produzir a trilogia Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan, poucos anos depois.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM