REGIÃO

Caso Michelle: Amigos organizam manifestação em Paiçandu





Michelle Souza participava de uma confraternização com amigos, em setembro do ano passado, quando foi violentamente espancada pelo então namorado. Ele fugiu. Ela cou na UTI por 40 dias e sobreviveu, mas com graves sequelas.

Nesse sábado, familiares e amigos vão realizar um protesto em frente à delegacia de Paiçandu. Eles pedem a prisão do agressor, que tem mandado expedido pela Justiça e está sendo procurado pela polícia. Mas continua solto e, ao que parece, cometendo crimes. Ele é suspeito de participar de um assalto a uma residência em Floriano esta semana. O carro da família foi levado por um dos ladrões, que acabou preso e indicou a participação de Werber de Oliveira, o agressor de Michele.

Enquanto isso, a mãe de Michelle, Mari de Souza Brito, convive com o sofrimento de ver a lha numa cama, sem ao menos reconhecer as pessoas. O disk denúncia da Polícia Civil para quem tiver alguma informação que possa levar à prisão de Werber é o (44) 9 9755-5953.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM