REGIÃO

Governador libera R$ 75,8 milhões para obras e equipamentos na RMC e Campos Gerais


Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou nesta quarta-feira (6) a licitação e o início de obras de infraestrutura urbana, além da aquisição de equipamentos, em seis municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e dos Campos Gerais. Os investimentos somam R$ 75,8 milhões e contemplam as cidades de Almirante Tamandaré, Campo Largo, Campina Grande do Sul, Pinhais, São José dos Pinhais e Ponta Grossa.

Os recursos, a fundo perdido e financiamentos, são da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (Sedu) e contemplam a aquisição de equipamentos rodoviários, pavimentação de vias urbanas e rurais, construção de escolas, de unidades do Meu Campinho e projetos de urbanização. Alguns investimentos vão resolver problemas históricos, como a modernização da Rua Emma Tanner de Andrade (acesso de Campo Largo), os 20 quilômetros de asfalto em São José dos Pinhais e as obras de acessibilidade em Pinhais.

Os investimentos fazem parte de um grande pacote destinado pelo Governo do Estado aos 399 municípios paranaenses, destacou Ratinho Junior. As parcerias estão sendo firmadas desde o início da gestão, e há duas semanas houve o aporte de R$ 450 milhões para projetos municipais.

"Da menor cidade até os grandes municípios do Estado, todos são contemplados com recursos, que são utilizados desde a compra de um caminhão para o parque de máquina da prefeitura, pavimentação de ruas de chão batido, até grandes obras de infraestrutura", afirmou o governador. "É um projeto para modernizar cada vez mais o Paraná, levar qualidade de vida para as pessoas e tornar as nossas cidades mais bonitas e acessíveis".

Além dos benefícios das obras em si, ele ressaltou também a geração de empregos com a execução dos projetos. "Cada obra significa a criação de novas vagas nos municípios, porque é preciso de gente trabalhando na construção das calçadas, na pavimentação asfáltica", completou.

O secretário estadual do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Augustinho Zucchi, afirmou que o Estado apoia as políticas municipalistas, que refletem no dia a dia da população paranaense. "São obras fundamentais para os cidadãos de cada município, que contam com a parceria da secretaria para executar obras estruturais. Todas as cidades do Paraná têm a parceria do Estado para executar desde a pavimentação de ruas até a construção de escolas. São projetos que contemplam as mais diferentes áreas", disse.

Desde 2019, Estado investe mais de R$ 30 milhões em praças públicas nos municípios

PINHAIS - A prefeitura de Pinhais vai contar com R$ 8,08 milhões para dar continuidade ao projeto de urbanização do município, que tem todas as ruas asfaltadas e agora investe na implantação de calçadas com acessibilidade e de ciclovias. Parte do recurso também será utilizado na construção de duas unidades do programa Meu Campinho.

Na Rua Gonçalves Dias, a obra já pode ser iniciada, e para as outras vias as obras podem ser licitadas. Ao todo, 15 bairros serão atendidos nesta etapa da urbanização, divididos em nove lotes. O recurso é do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM).

"Com esse recurso, daremos sequência ao programa de extensão de calçadas, ciclovias e da acessibilidade, ampliando os serviços de infraestrutura que são essenciais para a qualidade de vida e a segurança para os pedestres", explicou a prefeita Rosa Maria.

"Priorizamos aquelas ruas onde há equipamentos públicos e um grande fluxo de pessoas. Os projetos são distribuídos na cidade como um todo, atendendo diversos pontos ao mesmo tempo", ressaltou. "O Governo do Estado tem um olhar muito cuidadoso e responsável com os municípios. Dificilmente conseguiríamos ampliar esses serviços sem essa importante parceria".

Já para o programa Meu Campinho o investimento a fundo perdido do Governo do Estado é de R$ 640 mil, com uma contrapartida municipal de R$ 266,3 mil, totalizando R$ 906,3 mil em recursos. As unidades serão construídas no Centro e no Jardim Amélia e terão, cada uma, área 877 metros quadrados, quadra de grama sintética, calçadas e iluminação.

Estado libera recursos para obras de duplicação no perímetro urbano da BR-376, em Apucarana

CAMPO LARGO - A Rua Emma Tanner de Andrade, que dá acesso a Campo Largo, será totalmente requalificada com apoio do Governo Estado. A obra soma R$ 17 milhões e dará mais mobilidade à antiga BR-277 e suas vias marginais. A rodovia que cortava a cidade deixou de receber o fluxo que vinha do Interior desde a construção do Contorno de Campo Largo, e agora será municipalizada.

"O complexo Emma Tanner vai beneficiar todas que vão adentrar a cidade. Estamos na iminência de receber a titularidade da via e, com isso, poderemos fazer uma grande obra para facilitar o acesso, reduzindo o trânsito de veículos que ficam parados nos semáforos", disse o prefeito Maurício Rivabem.

Segundo ele, essa será a maior obra urbana da história da cidade, com a pavimentação e requalificação das vias, trocando os semáforos por rotatórias. "Com esse apoio do Governo do Estado, podemos fazer grandes obras e buscar alternativas para que o trânsito de Campo Largo seja cada dia melhor", afirmou. "Esta obra será um complemento a melhorias que já fizemos no Centro e vai modernizar um dos acessos à cidade, beneficiando inclusive os motoristas que vêm de Bateias e outros bairros do interior".

ALMIRANTE TAMANDARÉ - O investimento total de R$ 4,8 milhões em Almirante Tamandaré inclui um financiamento de R$ 1,9 milhão para a pavimentação urbana e mais R$ 2,9 milhões para a aquisição de equipamentos rodoviários, sendo R$ 1,6 milhão a fundo perdido do Estado e contrapartida municipal de R$ 1,3 milhão.

"Serão pavimentadas ruas importantes da cidade, que vão melhorar muito a mobilidade. Os equipamentos, por sua vez, vão ajudar a Secretaria de Obras e Infraestrutura do município na manutenção das vias", disse o prefeito Gerson Colodel.

A pavimentação de mais de 5 mil metros quadrados incluem as ruas Juvenal Cordeiro, no trecho entre a rua Bonifácio Bento Cordeiro até a Travessa Grécia; e Dom João IV, no trecho entre as ruas Juvenal Cordeiro e Miguel Sarote. Além disso, o parque de máquinas será modernizado, com a aquisição de caminhão plataforma, uma pá carregadeira e de uma motoniveladora.

Paraná recebe aprovação e passa a compor a coalizão global contra mudanças climáticas

CAMPINA GRANDE DO SUL - A pavimentação urbana é destaque no investimento de quase R$ 4,5 milhões em Campina Grande do Sul. Serão dois lotes de obras no valor total de R$ 3,7 milhões. O primeiro contempla as vias do bairro João Paulo II, em uma área de 4,6 mil metros quadrados, enquanto o segundo beneficia as ruas do Jardim da Colina, com mais de 9,6 mil metros quadrados.

O município também recebeu um investimento de mais R$ 686 mil, sendo R$ 360 mil por transferência voluntária do Governo do Estado, para adquirir um caminhão coletor compactador de lixo.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Vinicius Ferreira, ressaltou que a parceria com o Governo do Estado está transformando a mobilidade do município. "Estamos ultrapassando a cobertura de 90% de asfalto na área urbana. Vamos aplicar agora em áreas que estão em desenvolvimento", disse.

SÃO JOSÉ DOS PINHAIS - O município de São José dos Pinhais recebeu o maior recursos, no valor de R$ 23,6 milhões, que vão viabilizar as obras de pavimentação em áreas rurais do município. Serão seis lotes, abrangendo os bairros Colônia Rio Grande, Quississana e Parque da Fonte, além das ruas João Lipinski e Professor Julio Carvalho Gomes.

"Somos um grande produtor de hortifruti e quase 70% da área total do município é rural. Serão mais de 20 quilômetros de pavimentação, ligando a Colônia Murici a Malhada e Malhada a Contenda, onde hoje são estradas de chão", destacou a prefeita Nina Singer.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM