COLUNAS



POLITICAGEM

com


Kim Rafael


Avatar Kim Rafael
A esquerda e seu “amor”!


Celina Sampaio da Silva e Karina Sampaio da Silva. Já ouviu falar?
 
As irmãs esquerdistas que promoveram pichações na cidade de São Paulo/SP escrevendo em alguns muros da cidade: “Bolsonaro assassino”, ambas cometeram crime contra o presidente da república conforme preceitua a Lei 7.170/83, no artigo 26, ipsis litteris: Caluniar ou difamar o Presidente da República, o do Senado Federal, o da
Câmara dos Deputados ou o do Supremo Tribunal Federal, imputando-lhes fato definido como crime ou fato ofensivo à reputação. Pena: reclusão, de 1 a 4 anos.
 
Sem contar, é claro, a própria “pichação” configurar crime, não só o conteúdo ofensivo, mas a forma de como se procede a informação também é considerado crime, que está substanciado na Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais), que, considera o ato da pichação vandalismo e crime ambiental, nos termos do artigo 65.
 
(É claro que chamar o Lula de ladrão não configura crime, aliás, apenas atesta de forma objetiva e adjetiva a realidade, bem como sincera ao cidadão que saqueou o Brasil).
 
As profissões das irmãs criminosas são incrivelmente públicas. Uma é professora, atualmente funcionária pública da Secretaria de Educação do município de São Paulo, a outra é funcionária pública da Infraero. São legítimas “mama teta do governo”.
 
É sempre assim! Geralmente o empresário e funcionário privado querem destruir o isolamento social devido ao covid-19 para trabalhar... pois sabem de onde vem o sustento, senão do suor. E as funcionárias públicas enquanto as restrições de isolamentos acontecem, cometem crimes ambientais e contra a honra do presidente da república. A inversão não está nos valores, nem iremos derramar aqui o vitimismo da esquerda amadora. Mas na inversão do anti-nacionalismo, anti-patriotísmo, do egoísmo e da falta de prisão para este tipo de ser.
 
Sim! Viva a democracia e a ORDEM!
 

Sobre Kim Rafael


Sobre a Coluna

POLITICAGEM

IRONIZANDO A POLÍTICA BRASILEIRA


COMENTÁRIOS